EMPREENDER, É SÓ COMEÇAR

EMPREENDER, É SÓ COMEÇAR

novembro 2016

Lina Kempf

14/11/2016 08h40

Precisamos falar sobre empreendedorismo consciente

Com certeza você já ouviu falar de responsabilidade social, e também já deve ter ouvido falar de sustentabilidade nas empresas. Certamente já viu propagandas de grandes empresas mostrando orgulhosamente como investem em ações de impacto social e ambiental, ou talvez você mesmo já tenha sido beneficiado pela ação de alguma empresa em sua comunidade ou bairro.

Mas será que ações de impacto social e ambiental é coisa só de grande empresa? Será que um microempreendedor pode também ser um agente transformador na sociedade?

Saiba que só pelo fato de existir, um micro empreendimento já é muito benéfico para uma comunidade. Poder levar acesso a serviços e produtos que antes não havia, ou mesmo gerar empregos e renda, e isso já é um super impacto. Mas será que poderíamos estar fazendo mais? Você já parou para pensar que seu negócio pode gerar transformação local e trazer soluções para os problemas da sua comunidade?

Quando falamos de empreendedorismo consciente, estamos falando de empreendedores que entendem que sua atividade gera impactos, sejam eles positivos ou negativos. Se eu tenho uma pequena lanchonete eu devo ter consciência que todo o lixo que é gerado deve ser corretamente descartado, posso fazer campanhas de doação de alimentos, também posso começar a introduzir alimentos mais saudáveis a meu cardápio e incentivar que as crianças que frequentam minha lanchonete também tenham acesso a frutas e sucos naturais. São as pequenas ações do dia-a-dia que fazem com que meu negócio se torne uma ferramenta de melhoria na minha comunidade ou bairro. É muito mais do que arrecadar doações no fim do ano, é repensar a forma como fazemos nosso trabalho todos os dias para deixar este mundo um pouco melhor do que o encontramos, e as opções são ilimitadas, é só liberar a criatividade. E a melhor parte, é que negócios responsáveis são mais bem vistos, passam a ser mais frequentados e, portanto, crescem mais.

Quer ver outro exemplo bacana?

A empreendedora Ana Angélica de Fortaleza-CE, abriu, há 3 anos, um pequeno salão de beleza chamado Depilangel. Ela se encantou pelo método da micropigmentação, um tratamento de beleza que permite fazer maquiagem definitiva, sobrancelha definitiva, cobrir imperfeições no rosto, entre outros. Mas o que realmente despertou a paixão da Ana, foi quando ela descobriu que a técnica também poderia ser utilizada para reconstituir o bico do seio de mulheres que passaram por cirurgias de remoção das mamas devido a um câncer. Desde então, Ana divide seu tempo entre o salão, as campanhas de resgate da autoestima das mulheres, através de serviços gratuitos de reconstituição do desenho da aréola dos seios, e a formação de jovens da comunidade para se tornarem replicadoras dessa técnica. Graças a sua garra empreendedora e à vontade de unir seu negócio a uma causa que tinha tudo a ver, Ana já recebeu uma série de Prêmios e Reconhecimentos dentro e fora do Brasil, e seu negócio continua crescendo, gerando emprego, renda e esperança para muitas mulheres.

Em outubro de 2015, a Organização das Nações Unidas lançou os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, um conjunto de metas de melhoria para construir o mundo que queremos até 2030. É uma plataforma onde cada pessoa, empresa, organização e governo pode se comprometer a atuar. Quer se inspirar? Conheça os 17 Objetivos e veja como você e seu negócio podem fazer parte deste movimento: https://nacoesunidas.org/pos2015/agenda2030/

Nossos Parceiros

Sede CAIXA CRESCER: SAS Quadra 04 Lotes 9/10 Ed. Victoria Office Tower Sala 1301 Brasília / DF 70070-938 Fone: (61) 3246-4300