CONTAS EM DIA

CONTAS EM DIA

setembro 2016 Atualizado em 20/09/2016

Lavínia Martins

20/09/2016 11h31 - Atualizado em 20/09/2016 11h33

Controle financeiro

O controle financeiro pode ser feito de diversas formas: ele pode ser feito por escrito em um caderno, ou em uma planilha eletrônica como o Excell, ou em um aplicativo de celular, ou através de websites específicos. Use a ferramenta que for mais conveniente para você e que você tiver mais familiaridade e facilidade de usar.

O controle é igual tanto para as finanças da empresa quanto para as finanças pessoais: monte uma tabela e anote todas as suas receitas (o quanto você ganhou de dinheiro no mês), e depois embaixo anote todas as suas despesas (o quanto você gastou de dinheiro no mês), agrupado por tipo de gasto. A anotação das receitas e das despesas do passado é chamado de “fluxo de caixa”, porque mostra como foi o fluxo do seu caixa (da empresa ou da pessoa) em um determinado período no passado, que geralmente é mensal. A projeção do fluxo de caixa para o futuro, com a expectativa de como você espera usar o dinheiro daqui para a frente é o “orçamento”.

O fluxo de caixa serve para identificar o seu padrão de desempenho financeiro, que é como você ou a sua empresa se comporta ao lidar com dinheiro ao longo do tempo. Este controle permite checar se as suas finanças estão andando conforme o desejado, ou se é preciso mudar alguma coisa, e também onde e como é possível mudar. O papel do fluxo de caixa é dar consciência sobre como você está usando o seu dinheiro e o dinheiro da empresa.

Nós não temos controle nenhum sobre o fluxo de caixa, porque ele é uma representação do passado, já foi, não temos mais como mudá-lo. Por isso é tão importante fazer o orçamento, porque através dele é possível pensar com antecedência sobre como queremos usar o dinheiro no futuro, e depois ele serve como um guia para tomarmos as decisões financeiras diariamente.

Segue um exemplo dos dados para montar a tabela de controle financeiro:

Controle Financeiro Empresarial

Fluxo de Caixa da Empresa

Receitas:

Receita de Vendas

Rendimento Financeiro (de investimentos financeiros)

Despesas:

Reserva Financeira (guarda o dinheiro para reinvestimento na empresa)

Despesas Financeiras

Despesas Operacionais (despesas necessárias à operação da empresa: marketing, vendas, comissões, etc)

Despesas de Produção (despesas necessárias à produção: matéria prima, água, luz, gás...)

Despesas de Manutenção (manutenção predial, equipamentos etc)

Despesas Administrativas (mão-de-obra administrativa, equipamento de escritório, material de escritório, contador)

Impostos

Resultado = Receitas – Despesas (o saldo deve ser igual ao saldo do extrato bancário, se não bater é porque a tabela/planilha está errada e precisa ser refeita)

Controle Financeiro Pessoal

Fluxo de Caixa da Pessoa ou Família

Receitas:

Holerite / Salário / 13º salário / Férias / Bônus / Participação no Lucro

Pensão

Aluguel

Rendimento financeiro

Despesas:

Reserva Financeira (guarda o dinheiro para as suas realizações do futuro – emergência, manutenção, sonhos e aposentadoria)

Habitação

Alimentação

Saúde

Transporte

Educação

Despesas Pessoais

Dependentes

Despesas Financeiras

Impostos

Resultado = Receitas – Despesas (o saldo deve ser igual ao saldo do extrato bancário, se não bater é porque a tabela/planilha está errada e precisa ser refeita)

Perceba que existem os custos fixos, que são aqueles que se repetem iguais todos os meses (aluguel, condomínio, IPTU, etc); existem os custos mistos, que se repetem todos os meses, mas com valores diferentes (água, luz, telefone, etc); e também existem os custos variáveis, que são completamente diferentes ao longo do tempo. Quando pensamos em reduzir custos no orçamento, é mais fácil cortar os gastos variáveis ou os mistos, porque mudar um gasto fixo exige uma mudança maior que nem sempre temos a disponibilidade de fazer de imediato.

Quando acompanhamos regularmente as nossas finanças, seja da empresa ou da pessoa, é mais fácil perceber quando estouramos o orçamento e já tomar uma atitude para mudar e para controlar melhor os gastos no dia-a-dia.

Até a próxima!

Abraço,

Lavínia

; ;
Nossos Parceiros

Sede CAIXA CRESCER: SBS Quadra 02 Bloco J Edifício Carlton Sala 401 e Sobreloja 05, Asa Sul – Brasília/DF - CEP: 70.070-120